«

out 11

Exercício físico e gravidez

Apesar dos avanços científicos e a comprovação dos inúmeros benefícios dos exercícios físicos durante a gestação, os números do sedentarismo nessa fase são preocupantes. Tavares et. al. Acompanhou 118 gestantes e encontrou um baixo nível de atividade física durante todo o período, durante a 32a semana houve 100% das gestantes com amostra sedentária. Silva acompanhou 305 gestantes em Fortaleza e observou 80% de sedentarismo. Outro estudo no Sul apenas 4,7% foi considerada ativa.

Desde 1990 o Colégio Americano de Obstetrícia e Ginecologia reconhece como benéfico o exercício na gravidez. Porém, somente a partir de 2002 foi realmente reconhecido como atividade segura. Talvez isso explique o ainda receio de muitas gestantes.

Estudos já demonstram que o exercício físico não está relacionado com o trabalho de parto prematuro e nem com bebês que nascem com baixo peso. O primeiro passo para realização de exercícios durante a gestação é a liberação médica. Analisando se está tudo ok e não há nenhuma restrição absoluta, deve-se buscar um profissional capacitado e sempre respeitar seus limites.

CUIDADOS

Os cuidados a serem tomados durante a gravidez são vários. Existem contraindicações absolutas e relativas para a prática de exercício físico por gestantes (para quem quiser se aprofundar, digitando por isso já se encontra no Google). De maneira geral, vão aqui alguns cuidados a serem tomados:

Alongamento muscular: Essencial. Por outro lado, devido o aumento da relaxina e da progesterona, os músculos se tornam mais flexíveis. Deve-se tomar cuidado para não exceder o limite do alongamento muscular.

Exercícios até exaustão e/ou alternados não são recomendados, pois aumentam mais a frequência cardíaca.

Batimento cardíaco e Pressão arterial: A frequência cardíaca das gestantes se torna ligeiramente acelerada. Deve-se acompanhar para evitar picos de aumento! Em casos de hipertensão, é ainda mais necessário o acompanhamento.

Equilíbrio: O Centro de equilíbrio das grávidas muda. Evite exercícios que causem desequilíbrios, até pra evitar quedas.

Para quem não treinava antes da gestação a progressão do treino deve ocorrer sem pressa. Pra quem treinava, não aumentar o nível de treino que já fazia.

Não saia abusando e se arriscando. Veja antes de tudo se há a liberação médica e procure profissionais de confiança.

BENEFÍCIOS

Duas grandes preocupações durante a gravidez são a Diabete Gestacional (DG) e a eclâmpsia. O exercício físico por sua vez tem uma forte influência positiva em relação a esses e outros problemas. Estudos demonstraram que exercício físico diminui em 50% a chance de adquirir DG e 40% em relação a pré-eclâmpsia.

O exercício também tem papel importante na diminuição da obesidade no período gestacional. Peso excessivo além de aumentar as chances de DG e pré-eclâmpsia, também aumenta as chances de hipertensão, complicações no parto, macrossomia fetal (peso excessivo do feto), entre outros.

Um estudo avaliou grupos de gestantes hipertensas onde um deles realizou exercício aeróbico, este teve uma menor taxa de internação materna na UTI e também de morbidade neonatal. Houve também menos prematuridade e bebês com baixo peso!

Resumindo e reforçando. Tome os cuidados adequados e aproveite todos os benefícios do exercício físico também nesse período!

Existem indicações específicas para cada trimestre da gestação, mas prefiro falar disso em outro post para não ficar tão intenso.

Para fins de direitos autorais das imagens:

https://www.dicasdemulher.com.br/exercicios-fisicos-durante-a- gravidez/

http://vivomaissaudavel.com.br/atividade-fisica/musculacao/guia-completo-da-musculacao-na-gravidez/

Formado em Bacharel em Educação Física. Atuando como Personal Trainer e Consultor Fitness Online. Acredita que todos podem conquistar seus objetivos desde que tenham metas e, acima disso, força de vontade para conquistá-las.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>